NTT passou a denominar-se Qhubeka

A equipa sul africana da NTT afinal vai continuar mais um ano, depois de ter assegurado fontes de financiamento para a viabilidade da equipa.

É dado como certo que a NTT Pro Cycling continue com o nome de Qhubeka, segundo foi publicado no jornal alemão Radsport-News.com . As notícias são animadoras em relação futuro da equipa , com o manager da formação africana , Doug Ryder teria encontrado um novo patrocinador, que lhe permite um orçamento anual de oito milhões de euros.

O registro de Qhubeka para o WorldTour 2021 já foi oficializado, o que significa que a equipa sul-africana do WorldTour também estará ativa no mais alto nível, no próximo ano. Devido a problemas com o principal patrocinador, a NTT Pro Cycling estava ausente da primeira lista de equipes que se haviam inscrito na UCI para o WorldTour.

Qhubeka é uma organização sul-africana sem fins lucrativos que se dedica a doar bicicletas para a população africana. Faz parte do programa de caridade World Bicycle Relief. A equipa de ciclismo da NTT está associada a instituições de caridade há muitos anos. De 2011 a 2015 a equipe foi chamada de MTN-Qhubeka.