a emoção do tour de flandres

O Tour de Flandres é uma corrida de emoções, mas ver aquelas grades vazias de público, não transmite a adrenalina que todos os envolvidos na competição merecem.

Mesmo assim, foram muitos os pontos que causaram alguns calafrios e emoções. Vejamos alguns deles:

Wout van Aert mergulha no canal a mais de 100 quilômetros do final do Tour de Flandres
Queda de Van Aert a 113 kms do final, sem consequências.

Set Vanmarcke.
Sep Vanmarcke caiu, levantio.se e chateado pontapeia o carro de apoio da Sunweb.
Alaphilippe quebra dois dedos e metacarpo em uma queda no Tour final completo de Flandres
A queda de Allpahilipe marcou a corrida.
Uma corrida pode ser bonita: o momento em que Van der Poel é informado de que ganhou o Tour

A incerteza quanto ao vencedor demorou breves segundos. Cada um no seu canto, aguardaram ansiosamente o veredicto. Este o momento em que Van der Poel soube que era o vencedor. Até neste pormenor, o Tour de Flandres foi emotivo. Nem Poel nem Aert, nem o público souberam de imediato quem tinha cortado a meta em primeiro.

Cumprimento, não cumprimento ? Aert olha para o punho cerrado de Van der Poel e hesita. Será que tem Covid ?


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *