De Gendt desdiz-se e fica mal na fotografia

Thomas De Gendt pediu desculpas à organização do Giro d’Italia via Twitter . O ciclista da Lotto Soudal expressou ontem sua preocupação com a segurança dos ciclistas . Agora escreveu que fez as suas declarações com base em informações incompletas.

A notícia dos dezassete policiais positivos chegou duas horas antes do início da etapa. Na altura, não houve declaração oficial do RCS, dando a impressão de que estavam a ‘esconder’ resultados positivos ”, diz De Gendt. “Tive uma entrevista com Sporza uma hora depois e falei do fundo do coração sobre minhas preocupações.Falei foi muito cedo, porque não estva em posse de todos os fatos completos. Fiz comentários que podem potencialmente prejudicar a RCS e gostaria de me desculpar por isso ”.

O fato de me sentir insegura por causa da COVID é um sentimento pessoal normal na atual situação . Não me sinto inseguro durante as etapas , porque acho que estamos seguros ”, concluiu.

Quer De Gendt quer Vaugthers com os seus comentários negativos em relação ao Giro, mormente opinando num final antecipado, não pensaram o quão negativo seria para a modalidade, o final antecipado do Giro, a suceder, poria em risco as provas seguintes, muito em especial a Vuelta. Com amigos destes, o ciclismo que se cuide.