fulgsang: o azarento do dia

O dinamarquês Jakob Fulgsang foi o azarento do dia. O chefe de fila da Astana, furou nos kms finais da tirada, num momento crucial e nunca mais recolou, depois de uma espera acima do habitual, pela mudança de roda.

Perdeu 1.25 para João Almeida e está agora a mais de dois minutos da liderança mas, mesmo assim ainda não atirou a toalha ao chão:

O ciclismo é assim. Tive um furo no pior momento. Temos que superar o azar e concentrarmo-nos nas próximas etapas. Ainda faltam muitos dias e bem difíceis e um longo caminho a percorrer.