hoje o dia foi de sagan – almeida reforça liderança

RESULTADO ESTÁGIO 10 GIRO.  Após 461 dias, Peter Sagan sabe mais uma vez o que é vencer: o eslovaco termina um solo brilhante

Sagan voltou aos triunfos, exatamente 461 dias depois da sua última vitória e João Almeida reforçou a sua liderança no Giro, estes os factos importantes da jornada, marcada ainda pelo abandono da Michelton e da Jumbo.

A10ª etapa do Giro era aparentemente inofensiva com 177 km, disoutados entre Lanciano e Tortoreto com algumas subidas pelo caminho.  

Mas o que parecia ser um dia sem grandes problemas, complicou-se quando Sagan fez parte de um grupo de cerca de 20 ciclistas que escaparam ao pelotão, o que não agradou a Demare, líder da classificação da regularidade Groupama-FDJ . A equipa francesa não quis deixar o eslovaco fazer parte da escapada para proteger a camisola roxa de Démare. No grupo da frente também estava Filippo Ganna (Team Ineos).

A Groupama-FDJ assumiu a liderança do pelotão, mas a 90 quilômetros da chegada, desistiu dos seus intentos, acabando a fuga por ser concretizada opor sete elementos : Peter Sagan (BORA-Hansgrohe), Filippo Ganna e Ben Swift (Ineos Grenadiers), Simon Clarke (EF Pro Cycling), Dario Cataldo e Davide Villella (Team Movistar) e Jhonatan Restrepo (Androni Giocattoli -Sidermec).

Sagan venceu o sprint intermediário no caminho aproximou-se da camisa roxa. Embalado pelo triunfo nos pontos quentes, Sagan deixou os seus companheiros de fuga para trás, vencendo sozinho, desta vez, sem necessidade de sprintar.

Na parte final da etapa, a cerca de 20 kms, Pello Bilbao tentou a sua chance, desfez o pelotão, mas no final seria João Almeida a ganhar segundos a todos os seus diretos rivais, ao cortar a meta na terceira posição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *