finalmente sagan – ” vitória especial”

Peter Sagan vence após 461 dias sem vencer e faz isso com estilo: “Como você está acostumado, com o show necessário”

Se dois dos últimos números de um jornal desportivo mereceram a atenção dos numerosos fãs da modalidade no nosso país, hoje os tiffosi mundiais rejubilaram com o triunfo de um dos ídolos do ciclismo internacional, o ex-campeão mundial Peter Sagan, que reencontrou o caminho das vitórias ao fim de perto de 15 meses, sem levantar os braços.

Sagan é um dos ciclistas mais amados pela aficion do ciclismo, quer pelo valor que demonstrou ao longo dos anos, quer pela sua interação nas redes sociais e diretamente com o público. É um homem que soube lidar com a popularidade, em termos de imagem, mas teve o condão de esperar pacientemente pelo seu retorno aos triunfos. Não terá sido fácil, a um homem com mais de 110 vitórias esperar tanto tempo para ganhar novamente, mas fê-lo hoje com grande dignidade, mas sobretudo com galhardia e valentia, numa etapa com todos os ingredientes de uma prova clássica, portanto dura, e só ao alcance de ciclistas potentes.

O ciclista da Bora não é um puro sprinter. Ganha as etapas que não são propriamente destinadas aos sprinters, e aquelas em que são destinadas só para os sprinters, discute com eles o triunfo. É, portanto, um ciclista eclético, faltando-lhe naturalmente apetências para a montanha. Sagan, tanto pode ganhar etapas no Tour e no Giro, como numa prova clássica como as clássicas do Norte.

Não tem sido fácil gerir, nos últimos tempos, uma certa marcação que lhe é feita diretamente por alguns adversários, quando está incluído em pequenos grupos, ou quando está sem companheiros de equipa so seu lado, e os ataques vêm de todos os lados. Por tudo isto, Sagan deve estar satisfeito. Hoje o triunfo foi só dele, coisa que também, nenhuma sprinter é capas de fazer. Mas se Sagan está satisfeito, milhares de adeptos partilharão consigo este momento importante da sua carreira.

” Uma primeira vitória no Giro, a minha primeira depois de mais de um ano particularmente complicado, faz muito bem. É muito dificil analisar todas as vitórias, mas esta tem um sabor especial. Estou a recuperar pontos, creio que me faltam cerca de vinte . Estou na corrida, e agora tenho de estar atento aos pequenos detalhes. Nunca se sabe, pode haver possibilidade de ganhar mais uma etapa.” – afirmação de Sagan no final da etapa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *