Penúltima etapa do Giro já vai no … plano C

La nieve cae en el Passo del Tonale el día de la cancelación de la...

A RCS, a entidade organizadora do Giro d’Italia, já considerou ajustar a rota da penúltima etapa, entre outras coisas cancelando a subida do Colle dell’Agnello . Nesta escalada, na fronteira entre a Itália e a França, há previsão de fortes nevões . Entretanto também há dúvidas sobre o Finestre tendo sido já considerado, um plano C.

Por enquanto, o plano é que a penúltima etapa comece em Alba e depois siga para as montanhas com o Colle dell’Agnello, o Col d’Izoard e depois com Briançon de Montgenèvre. A meta ficará instalada em Sestriere, após uma subida final da primeira categoria.

Mas a organização Giro estava, portanto, pensando em um ‘Plano B’ para descartar Agnello, o Izoard e o Montgenèvre e cavalgar de Alba via Vigone, Buriasco e Pinerolo até o Colle delle Finestre, onde o Tour da Itália já passou quatro vezes desde 2005.

Mas – novamente de acordo com a revista semanal  L’Eco del Chisone – um “Plano C” está agora a ser trabalhado. Porque a passagem sobre o Colle delle Finestre, onde Froome atacou em 2018 e tem oito quilômetros de estradas não pavimentadas, é pouco acessível. No novo plano está previsto fazer a escalada para Sestriere duas vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *