Démare soma novo triunfo – Almeida continua rosa

Arnaud Démare (Groupama-FDJ) correu c para a vitória na sexta etapa do Giro. Com um final ligeiramente inclinado, o campeão francês não teve opositores à sua altura. João Almeida (Deceuninck-Quick.Step) volta a vestir a camisola rosa amanhã. É a segunda vitória de etapa de Démare neste Giro.

A sexta etapa levou o pelotão de Castrovillari a Matera, num total de 188 quilómetros por terreno acidentado. Desde o início, quatro ciclistas escaparam ao pelotão: Mattia Bais (Androni), Filippo Zana (Bardiani), James Whelan (EF Pro Cycling) e Marco F Rapporti (Vini Zabu) tendo tido uma vantagem máxima de dez minutos.

Primeiro o Deceuninck-Quick.Step do líder João Almeida e depois o BORA-hansgrohe de Peter Sagan aumentaram o ritmo. O eslovaco havia marcado esta etapa com vermelho. O final , porém acabaria por lhe ser traiçoeiro. Em Galleria Millotta, terceira categoria de do PM a 32 quilômetros da chegada, o quarteto tinha dois minutos de vantagem. Pouco antes dessa subida, Almeida foi atingido pelas costas por McNulty, mas o camisola rosa não teve danos físicos nem problemas para recolar.

Whelan ainda tentou a sua chance mas não teve sorte e seria Arnaud Démare a vencer ao sperint, à frente de Michael Matthews que ficou em segundo e Fabio Felline em terceiro. Sagan acabou tendo que se contentar com o oitavo lugar. João Almeida (Deceuninck-Quick.Step) volta a vestir a camisola rosa amanhã. O ciclista da Deceuninck-Quick.Step tem 43 segundos de vantagem sobre o espanhol Pello Bilbao e 48 segundos sobre o holandês Wilco Kelderman.

A sétima etapa vai levar o pelotão de Matera a Brindisi amanhã. Uma etapa destinada a terminar ao sprint, depois de 143 quilômetros.