Zona sul do país bateu o norte em público na estrada

Costuma-se dizer que o público do norte aparece em maior número ao longo da Volta a Portugal. Este ano, esta premissa não bate certo com a tradição. O sul bateu largamente, em termos de audiência direta, aquela que aparece na estrada a apoiar os ciclistas.

Algumas razões poderão estar nesta supremacia sulista. Primeiro, a Volta arrancou de repente, sem grande conhecimento do público, que só o RTP divulgou depois das primeiras emissões em direto. Avisado o povo, este compareceu em grande número, em especial hoje, numa zona do país, onde o ciclismo tem mais tradição. A zona do Oeste, região de grandes ciclistas, João roque, Jorge Silva, Leonel Miranda alguns entre muitos, e muito naturalmente Joaquim ASgostinho, que faz este 50 anos que ganhou pela primeira a Volta a Portugal.

One thought on “Zona sul do país bateu o norte em público na estrada”

  1. Isto só mostra que no sul, e em especial na Região Oeste e Lisboa o ciclismo é um desporto de massas – basta ver os grupos de ciclistas que se juntam aos domingos e feriados de manhã. Pena é que a ACL ande debilitada e que a FPC tudo faça para promover o cilismo a norte do Mondego e despromover a baixo deste.

    “By the way” alguém me pode explicar no Jornal de Ciclismo porque que é que uma equipa portuguesa, com patrocinadores portugueses, põe um camisola amarela português( Amaro Antunes) a trabalhar para um colega de equipa espanhol (Gustavo Veloso), tal como aconteceu na etapa para a Torre?

Os comentários estão fechados.