Etapa difícil, mas nada comparado com outros anos

A etapa de amanhã é dura, primeiro com uma parte inicial em torno do concelho de Paredes com muitos sobes e desces. Se a etapa começa a andar logo de início pode-se complicar. Tem um regresso ao Marão, nada de especial, mau grado os seus 12 kms a subir, com uma pendente média de 4,8, feita de pedaleira grande . Segue-se o Velão também nada de dificuldade, as coisas só se complicam, na subida de Barreiro, 9,8 kms com uma pendente média de 6,8 mas , os últimos três kms a 9,6 de inclinação. Temos depois a clássica Senhora da Graça.

As corridas quem as fazem são os ciclistas e não os percursos. Esperemos para ver como correm as coisas. Vaticínios não ousamos emitir, porque não houve provas suficientes para se avaliar a condição física dos ciclistas e o seu atual momento de forma.