Um olhar à Volta – 1ª etapa

A imagem pode conter: 1 pessoa, ar livre

Foi em Montalegre que partiu ,hoje , para a 1ª etapa, o pelotão, rumo ao Alto de Santa Luzia em Viana do Castelo, após 180 Kms, com uma contagem de Montanha de 3ª categoria e três metas volantes. Lembramos que nesta Edição Especial da Volta a Portugal não há bonificações. Não era uma etapa com grandes dificuldades, a não ser a chegada com os últimos 4 Kms finais a levarem os ciclistas dos 30 metros ao nível do mar, até aos quase 200 metros de altitude. A colocação para o início desta subida era a maior preocupação para quem estaria interessado em ganhar a etapa.

Marvin Scheulen é nome estrangeiro porque tem ascendência paterna alemã, mas tem nacionalidade portuguesa e é corredor da L. A. Alumínios/L.A. Sport. Este jovem de 23 anos acabou por ser o primeiro protagonista desta Volta a Portugal, Edição Especial, porque decidiu deixar o pelotão logo aos 4 Kms da partida e correu sozinho durante 163 Kms tendo sido alcançado a 13 Kms da chegada. Excelente iniciativa deste jovem que já tinha dados nas vistas numa fuga no GP de Torres Vedras.

Grande susto apanhou o Frederico Figueiredo porque se viu envolvido numa queda com alguns companheiros de equipa, por altura do abastecimento apeado, mas foi recolocado rapidamente no pelotão com a ajuda dos colegas da equipa. Outra queda, novamente envolvendo um corredor da Miranda/Mortágua, que já tinha estado envolvido na anterior, deixou Gaspar Gonçalves com queixas numa das mãos. Na única contagem de montanha, no Alto de Covide, de 3ª categoria, foi ganha pelo fugitivo que também pontuou em 1º lugar nas três metas volantes da etapa. O final da etapa, principalmente os últimos 4 kms foram caracterizados por várias tentativas de fuga mas no final, Luís Gomes um excelente trepador da Kelly/Simoldes/UDO levou a melhor sobre Daniel Mestre da W52/FCP e do camisola amarela Gustavo Veloso que fez terceiro.

Nos dez primeiros tivemos: António Carvalho da Efapel que faz quarto, quinto lugar para João Rodrigues da W52/FCP, sexto para Vicente Garcia de Mateos da Aviludo/Louletano, sétimo Daniel Freitas da Miranda/Mortágua, oitavo Mauro Finetto da Nippo Delko Provence, nono para Diego Rubio da Burgos/BH e décimo para Amaro Antunes da W52/FCP. Ainda com o mesmo tempo do vencedor ficaram a maior parte dos candidatos a um bom lugar da Geral. De amarelo ficou Gustavo Cesar Veloso.

O Alto da Sra. da Graça em Mondim de Basto será palco da etapa da amanhã. A partida será em Paredes e terá 167 Kms de extensão. Será uma etapa dura com duas contagens de montagem de 4ª categoria e três de 1ª categoria. Será já uma etapa que prometerá fazer mexer a Classificação Geral, provavelmente poderá a camisola amarela mudar de dono e uma coisa é certa: o Monte Farinha é sempre uma etapa de grande espectacularidade.

Jorge Garcia