Mundial: Ganna cilindrou tudo e todos no C/RI

Pela primeira vez desde que o contra-relógio do Campeonato do Mundo foi introduzido em 1994, um italiano subiu ao mais alto patamar do pódio. No ano passado, Ganna, então com 23 anos, já foi terceiro depois de Rohan Dennis e Remco Evenepoel. ” Este é um sonho que se tornou realidade”, afirmou Ganna após a vitória no contra-relógio.. “Estou muito feliz. Recebi muito apoio do veículo de apoio e gostaria de agradecer a toda a seleção nacional e à minha equipa, INEOS Granadeiros. Se houve pressão? Não. Até três dias atrás convivia com os meus amigos. Não falamos muito sobre o Mundial , para não sentir muito stress . O que acho da camisola? Já ganhei quatro camisolas arco-íris na pista, esta é a minha primeira na estrada. Vou comemorar com minha família.

O ciclista italiano é um dos mais redutados especialistas de C/R, o vento que se fez sentir ao longo dos 31 kms, foi-lhe favorável. Ciclista possante, Ganna confirmou o favoritismo, não desiludindo.

Wout van Aert "não poderia estar melhor" no contra-relógio do Campeonato do Mundo, Victor Campenaerts começou com um atraso: "Eles apenas me seguraram"
Saudação “Covid ” no pódio de hoje, entre Van Aert e Ganna.

Mais franzino, Van Aert confirmou todas as suas potencialidades, terminando o Mundial no segundo lugar a 26 segundos do vencedor.

Neste momento sinto uma pequena decepção”, disse Van Aert na entrevista relâmpago, “mas não consegui ir mais rápido e a diferença é muito grande. Portanto, o segundo lugar é algo com que devo estar satisfeito. Comecei forte, mas não consegui manter aquele ritmo na na parte final primeira parte, quando o vento soprava forte de frente. Queria ir mais rápido, mas não foi possível.

Na segunda parte, tudo correu perfeitamente bem”, continuou. “Quando olho para os meus valores, senti que fiz um contra-relógio excelente. Venci muitos ciclistas fortes mas Ganna estava insuperável. O seu trabalho foi 100% direcionado para estes Mundiais e isso também ajudou. Sim estava a contar que a prestação dele fosse boa, mas não pensei que a diferença seria tão grande. “

O suíço Stefan Kun obteve o terceiro tempo, mas à frente de dois nomes sonantes: Geraint Thomas foi quarto, enquanto o ttular de 2019, Rohan Dennis esteve longe de um lugar de destaque, foi quinto, uma boa posição, mas algo distante dos objetivos do australiano.

Décimo lugar para Tom Dumoulin, um pouco distante do esperado. O holandês teve também algumas dificuldades com o vento, que acabou por ser favorável aos ciclistas mais pesados.

Do lado de Portugal, Nelson Oliveira falhou por um lugar (11º) o top ten, não atingindo o objetivo pretendido, mas face à concorrência tem de se considerar um resultado muito positivo, o alcançado pelo bairadino. Ivo Oliveira foi 34º.

Classificação:

1 GANNA Filippo Italy 350 250 52.981 35:54
2 VAN AERT Wout Belgium 250 190 52.349 0:26
3 KÜNG Stefan Switzerland 200 140 52.277 0:29
4 THOMAS Geraint Great Britain 150 110 52.086 0:37
5 DENNIS Rohan Australia 125 100 52.038 0:39
6 ASGREEN Kasper Denmark 100 90 51.849 0:47
7 CAVAGNA Rémi France 85 80 51.826 0:48
8 CAMPENAERTS Victor Belgium 70 70 51.732 0:52
9 DOWSETT Alex Great Britain 60 60 51.405 1:06
10 DUMOULIN Tom Netherlands 50 50 51.221 1:14
11 OLIVEIRA Nelson Portugal 40 40 51.198 1:15
12 BEVIN Patrick New Zealand 30 30 51.106 1:19
13 LEKNESSUND Andreas Norway 25 20 50.856 1:30
14 AFFINI Edoardo Italy 20 15 50.833 1:31
15 DURBRIDGE Luke Australia 15 10 50.720 1:36
16 SÜTTERLIN Jasha Germany 10 10 50.675 1:38
17 BJERG Mikkel Denmark 5 10 50.473 1:47
18 MARTÍNEZ Daniel Felipe Colombia 5 10 50.362 1:52
19 WALSCHEID Max Germany 5 10 50.273 1:56
20 GRADEK Kamil Poland 5 10 50.075 2:05
21 VAN EMDEN Jos Netherlands 10 49.878 2:14
22 THOMAS Benjamin France 10 49.878 ,,
23 ?ERNÝ Josef Czech Republic 10 49.856 2:15
24 TRATNIK Jan Slovenia 10 49.661 2:24
25 MULLEN Ryan Ireland 10 49.510 2:31
26 BILBAO Pello Spain 10 49.467 2:33
27 BRÄNDLE Matthias Austria 10 49.445 2:34
28 BODNAR Maciej Poland 10 49.381 2:37
29 MCNULTY Brandon United States 10 49.084 2:51
30 CRADDOCK Lawson United States 10 49.021 2:54
31 ROCHE Nicolas Ireland 10 48.853 3:02
32 GRUZDEV Dmitriy Kazakhstan 10 48.665 3:11
33 KONONENKO Mykhaylo Ukraine 10 48.459 3:21
34 OLIVEIRA Ivo Portugal 10 48.417 3:23
35 RIKUNOV Petr Russia 10 48.295 3:29
36 ŠIŠKEVI?IUS Evaldas Lithuania 10 48.295 ,,
37 OTRUBA Jakub Czech Republic 10 48.254 3:31
38 PEÁK Barnabás Hungary 10 48.233 3:32
39 OYARZÚN Carlos Iván Chile 10 47.950 3:46
40 CASTILLO Ulises Alfredo Mexico 10 47.909 3:48
41 CATAFORD Alexander Canada 10 47.889 3:49
42 TZORTZAKIS Polychronis Greece 10 47.849 3:51
43 FOMINYKH Daniil Kazakhstan 10 47.849 ,,
44 LUDVIGSSON Tobias Sweden 10 47.749 3:56
45 KARPENKO Gleb Estonia 10 47.216 4:23
46 RITZINGER Felix Austria 10 47.157 4:26
47 ILI? Ognjen Serbia 10 47.021 4:33
48 CULLY Ján Andrej Slovakia 10 46.732 4:48
49 STEPANOV Andrei Russia 10 46.656 4:52
50 FISHER-BLACK Finn New Zealand 10 46.561 4:57
51 FILUTÁS Viktor Hungary 10 46.072 5:23
52 KARALIOK Yauheni Belarus 10 45.739 5:41
53 GYUROV Spas Bulgaria 10 45.721 5:42
54 ASADOV Elchin Azerbaijan 10 45.448 5:57
55 WAIS Ahmad Badreddin Syria 10 44.947 6:25
56 ÓMARSSON Ingvar Iceland 10 44.947 ,,