Volta atípica ? Veja o percurso completo e ao pormenor

O percurso da Volta a Portugal é o que poderemos dizer, contra a corrente do jogo. Isto é, apresenta as maiores dificuldades no principio da prova, com três chegadas em alto nas quatro primeiras etapas, e deixa a partir da quarta tirada, a prova confluir sem grandes dificuldades. Atípico, pouco usual, tanto mais que o pouco tempo competitivo que os ciclistas, pelo menos os nacionais, tiveram agravam ainda mais a tipologia da prova deste ano.

Para acentuar um pouco mais , o facto de se realizarem dois C/RI, muito para uma prova com este figurino, sendo até redutor do ponto de vista mais abrangente, que uma prova em linha tem em relação ao C/RI em que se perdem dois dias, desinteressantes do ponto de vista televisivo e de espetáculo.

É a Volta possível, diremos, mas exigia-se um pouco mais, pelo menos uma etapa de legenda na zona do Oeste, onde não faltavam subidas, para animar em termos de espetáculo a parte final. Temos, pois, que mais do que nunca a Volta deste ano será uma lotaria ? Esta a grande questão, pois as poucas provas disputadas não conferem competências, para se avaliarem o nível de equipas e ciclistas. Depreende-se que todos estarão em condições de estarem no seu melhor, e portanto, os nomes serão os mesmos do costume, este ano com a Efapel a apostar forte no triunfo final, tal como a W52 -FCP, que parecem, a priori as formações com mais chances de poderem discutir entre si, o triunfo final, isto sem contar com o que vem de fora, e, neste capítulo, o melhor será esperar para ver.

Poderá consultar o percurso da Volta ao pormenor clicando no link :

http://voltaportugal2020.pt/files/livro-oficial-2020.pdf