Prémio J. Agostinho: foi preciso coragem e teimosia

Luis Fernandes e Francisco Manuel os responsáveis pela prova mais antiga do ciclismo nacional a nível internacional.

Foi preciso coragem e também determinação e teimosia, para colocar de pé mais uma edição do Prémio Joaquim Agostinho, lutando contra muitas adversidades, mas nunca desistindo.

O Prémio de Torres Vedras / Joaquim Agostinho é a prova mais antiga, a nível internacional do nosso calendário e tem persistido ao longo de todos estes anos, pela resiliência de duas personagens, que já fazem parte da história do nosso ciclismo.

A prova foi para a estrada pela 43ª vez, teve uma paragem de um ano , devido a inundações na zona que impediu a sua realização, e nunca mais foi interrompida. Francisco Manuel e Luis Fernandes foram os únicos organizadores que conseguiram por na estrada uma prova de ciclismo por etapas na estrada, e estão de parabéns. Para 2021 esperamos ter um Prémio Joaquim Agostinho com mais dias e etapas, e com uma maior colaboração das empresas e autarquias da região do Oeste.