Quedas sucedem-se – porquê ?

O elevado número de quedas que se têm registado no Tour, e muitas deles sem motivos aparentes, colocam o pelotão em situação de alerta. Não é comum, mas causas não existem. Uns diziam que era por causa do Tramal, que causava algumas faltas de atenção algum adormecimento reativo, mas este ponto parece estar resolvido e as quedas sucedem-se.

Fala-se na elevada velocidade que o pelotão tem vindo a atingir, com bicicletas com quadros mais rígidos, rodas mais rápidas, sistema de travagem mais rápido e imediato, que por vezes não permite a quem vem atrás travar no momento, o enorme stress do ritmo competitivo diário, as pressões das equipas e responsabilidade de corresponder em termos de resultados e também o cansaço que vai diminuindo a capacidade reativa e instintiva dos atletas.

Hoje mais uma queda ficou a marcar a etapa, com o abandono de Mollema, e a possível incapacidade de Bardet em corresponder no momento decisivo da etapa.