Sagan: ” O único que se colocou em perigo fui eu”

Desclassificado ontem, após um ombro a ombro com Wout Van Aert Peter Sagan defendeu-se aos microfones de France Television de qualquer gesto perigoso , afirmação feita hoje de manhã , antes do início da 12ª etapa.
Sobre a decisão dos comissários foi muito diretivo : ” O que considero irrelevante, não me pediram a minha opinião. Tenho que aceitar isso. Não acho que meu gesto tenha sido perigoso, o único que se colocou em perigo fui eu.”


Já em relação às palavras e gesto de Wout Van Aert disse:

Depois de um sprint como o de ontem, todos podem ter uma reação exagerada, há muitas emoções quando cortamos a meta. Eu já tive essa experiência. Não tenho problema com Wout, ele é jovem, mas talvez precise aprender a se comportar um pouco melhor.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *