Aí vem a primeira etapa de montanha, na zona dos Pirinéus

O Tour entra amanhã nos Pirinéus. Não será uma chegada em alto, mas as dificuldades irão pôr à prova todos aqueles que querem discutir o triunfo final, e os mais fortes marcarão presença. Se hoje se esperava uma jornada calma, de forma a preparar a primeira jornada pirenaica, o tiro saiu pela culatra aos trepadores, que prefeririam uma jornada tranquila, de forma a poupar forças para a primeira etapa a sério de montanha.

Em menos de 100 kms, os ciclistas terão de ultrapassar dificuldades como o col de Menté, Port de Balès e o col de Peyresourde , para terminar em dez kms de descida, que podem ser decisivos e óptimos para um bom descedor poder fazer alguma diferença e ganhar a etapa, que ligará Garonne a Loudenvielle, numa etapa nervosa de apenas 141 kms. normalmente as mais difíceis de recuperar, para quem ficar para trás.