Ivi Oliveira e Guilherme Mota novas estrelas do C/R

Ivo Oliveira campeão nacional de contrarrelógio em elite

Os Campeonatos Nacionais abriram com nota positiva. Primeiro pelo curriculum dos novos titulares, segundo, pelo percurso que esteve bem delineado, terceiro a organização esteve em bom plano e, quarto o público compareceu em grande número.

Ivo Oliveira no escalão elite não deu qualquer hipótese, num c/r dimensionado para as suas caraterísticas. Curto, apenas 18 kms, uma primeira parte muito técnica e uma parte final que se exigia muita potência. Habituado a explodir nos momentos certos na pista, e com um tipo de esforço muito similar aos desenvolvidos neste variante, Ivo Oliveira deixou um gosto amargo nos restantes colegas de profissão, e se pensarmos que o segundo classificado foi nada mais nada menos que Rui Costa, será de valorizar ainda mais o triunfo do ciclista gaiense.

No quadro dos ciclistas internos, Tiago Machado esteve bem, não esteve impecável porque não venceu, mas deu mostras de um crescente melhor desempenho, ao qual não será alheio a sua nova morfologia, que faz lembrar o Tiago de anos anteriores.

No campo das desilusões, teremos de colocar Rui Costa, mau grado o segundo lugar. Dizem os arautos da verdade , o primeiro dos últimos. Costa regressou a Portugal para ganhar, o que não aconteceu e mesmo que o triunfo tenha ido para um colega de equipa, é uma magra consolação. Também no campo das desilusões teremos de focar o sétimo lugar de José Gonçalves, ele que era considerado por muitos como o principal favorito.

Em matéria de confirmações realce para o quarto lugar de Rafael Reis e o quinto de Joni Brandão. O resto são os lugares habituais numa prova de especialistas.

Nos sub-23 . Guilherme Mota foi o vencedor, ele que tem um histórico de bom c/ relogista com um registo de 24m58s. Seguiu-se Daniel Dias (Sicasal/Miticar/CM Torres Vedras), sub-23 de primeiro ano, a 15 segundos. Pedro Andrade (Hagens Berman Axeon), na segunda época entre os menores de 23 anos, fechou o pódio, a 23 segundos da medalha de ouro.

Classificações: