Olá Volta, lá estaremos em 29 de julho

Finalmente a resposta apareceu, e o que era dado como certo, acabou por ser confirmado hoje pelo Governo, depois de um parecer positivo da DGS.

O ciclismo será, pois, uma das poucas modalidades desportivas que conseguiu abrir as portas, com a realização da sua principal prova, nas datas que sempre estiveram previstas.

A decisão foi sempre a esperada, contudo, tardava a resposta de forma a tranquilizar, equipas , ciclistas e organizador. É tempo de começar a trabalhar rumo ao futuro e muitos ciclistas irão já de abalada, na próxima semana para estágios de altitude.

Por parte da organização, Joaquim Gomes já anda na estrada, contactando autarquias, corrigindo itinerários, de forma a que tudo esteja operacional em 29 de julho. Uma tarefa que não se avizinha fácil, quer para equipas quer para o organizador, ambos penalizados com medidas extra, resultantes das indicações da DGS. Equipas serão obrigadas a ter um médico permanente em prova e o organizador deverá ter despesas acrescidas, com policiamento, medidas contra o Covid e maiores medidas de segurança.

Curiosamente, porém, será neste ano difícil que a organização da prova se reservou o direito de convidar maior número de equipas estrangeiras, medida essa que poderá ir contra os verdadeiros interesses dos ciclistas , equipas e ciclismo nacionais .