Rebellin ainda pensa no título italiano aos…49 anos

Em agosto completará 49 anos, Davide Rebellin, o ex-vencedor da Amstel Gold Race e Liège-Bastogne-Liège quer terminar sua carreira em beleza com um título nacional.

A equipa continental croata Meridiana Kamen Team que deu a Rebellin outro contrato aos 48 anos. A temporada está temporariamente suspensa devido ao vírus corona, mas o veterano italiano ainda espera correr. “Ainda há provas programadas em que as equipas continentais podem participar”, disse Rebellin ao programa de rádio italiano Ultimo Chilometro. “ Espero que, como equipa menor, também tenhamos oportunidades”.

Se pudesse escolher uma corrida que não venceu durante sua longa carreira, Rebellin não hesitou : . “Seria um sonho se eu pudesse usar a maglia tricolor italiana. Se terminarei depois? Não, eu não vou parar então. Eu gostaria de mostrar a camisola nas competições . Meu maior desejo é fazer parte de uma equipa em que possa participar nas clássicas mais importantes. Esse seria o melhor cenário. ”

Ainda assim, o italiano de San Bonifacio é realista. Na sua idade, ele não sabe o quanto vale , em comparação com o pelotão onde reina a juventude : “Não sei o que ainda poderia fazer. Além da minha idade avançada, não participo das corridas WorldTour há anos. ”

Davide Rebellin venceu sua carreira Liège-Bastogne-Liège (2004), Amstel Gold Race (2004), Clasica San Sebastian (1997) e Walloon Arrow três vezes (2004, 2007 e 2009). A classificação final de Paris-Nice (2008) e Tirreno-Adriatico (2001) também estão em seus palmares. Entre julho de 2009 e abril de 2011, Rebellin esteve à margem das competições devido a uma sanção antidoping positiva por quase dois anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *