Nacionais vão sendo anulados um pouco por todo o mundo

O Campeonato nacional de estrada francês foi anulado, depois do primeiro-ministro ter informado hoje que não será autorizada a realização de eventos com mais de cinco mil participantes, antes de setembro.

Extemporaneamente a UCI tinha marcado todos os nacionais para o fim de semana de 22 e 23 de agosto, sem antes ter previsto que caberiam aos poderes políticos e desportivos de cada país, marcar as suas datas em conformidade com as leis em vigor em cada um deles.

Um erro de palmatória que já custou o fim de muitos nacionais, como o caso da Bélgica, Holanda, Alemanha, Itália, e outros países.

De referir ainda, que a UCI não tem previsto qualquer tipo de apoio às equipas, mau grado ter recebido avultadas verbas de inscrição. Um caso flagrante foi o pagamento de 3.500 euros que as equipas nacionais tiveram de pagar para poderem correr a Volta ao Algarve, sem que se preveja a realização de mais alguma prova do Circuito proseries. Com as equipas nacionais e internacionais a passarem uma crise sem precedentes, seria curial a devolução de uma parte das inscrições de equipas .