UCI não anulará nenhuma prova, mas aconselha tomada de medidas

Já alguém pensou em criar medidas que visem a proteção dos atletas e do público, nas provas de ciclismo que se irão realizar em Portugal , em relação ao Corona virus ?

A UCI já alertou para a situação e decidiu informar algumas medidas tendentes a controlar a situação. ao mesmo tempo que informava que, da sua parte, não anularia nenhuma prova.

Vejamos algumas das medidas que poderão ser devidamente ponderadas pelos comissários que irão comandar as próximas provas nacionais:

A UCI especifica, no entanto, que novos padrões de saúde deverão ser aplicados. “Cada organizador precisará implementar um certo número de medidas destinadas a minimizar qualquer risco de propagação do coronavírus.

Entre eles :

Estabelecimento de uma distância maior entre o público e os ciclistas , nas áreas de largada e chegada, em particular; conformidade com um protocolo médico rigoroso, que varia de país para país, incluindo um procedimento para lidar com casos suspeitos e o fornecimento de um mapa de estabelecimentos que podem realizar testes de diagnóstico de coronavírus;

Limitar o número de equipas acomodadas por hotel;

Cumprimento de certas medidas de higiene, para evitar, por exemplo, durante a cerimónia de assinatura da folha de partida, que todos os corredores estejam em contato com a mesma caneta.

Outras acrescentamos nós : “

As cerimónias do pódio sejam curtas, pouco invasivas em relação aos habituais cumprimentos, beijinhos e abraços . Cerimónias do pódio sim, mas mais restritivas, até pela imagem pública que deverá ser transmitida .

Total proibição aos atletas de atirarem os bidons para a estrada, mesmo em zonas onde permanece o público.

Colocação de soluções alcoólicas para as mãos, em locais como o ponto de encontro habitual na zona do café, no local de assinatura do livro de ponto.

Será que alguém já pensou neste assunto ?