Condições climatéricas adversas na Benção dos ciclistas

Más condições climatéricas marcaram evento, que apesar de tudo teve um saldo positivo e com a presença de muitos participantes.

Realizou-se no passado domingo em Fátima, a tradicional Bênção Nacional dos Ciclistas, este ano na sua 18ª edição, onde o objetivo da iniciativa como sempre tem acontecido, seria o de pedir proteção à Virgem quando pedalam, seja em competição, lazer, ou simplesmente na utilização diária da bicicleta como meio de mobilidade, onde são sempre relembrados todos aqueles que a nível mundial sofrem acidentes na estrada.

Numa organização da União de Ciclismo de Leiria, a mesma contou mais um ano com a presença de D. Serafim Ferreira e Silva, Bispo Emérito da Diocese Leiria e Fátima, a qual esta Bênção tem tido sempre o apoio do mesmo desde o primeiro dia, sendo ele também um grande impulsionador do evento e da bicicleta, evento que contou ainda com os apoios da Reitoria do Santuário de Fátima, Município de Leiria, Associação de Ciclismo de Leiria, GNR de Fátima.

A concentração ocorreu no Parque 12 em Fátima, apesar de estar marcada para as 10 horas, a partir das 9 horas começaram a chegar os primeiros participantes. A chuva marcava a manhã, e mais um ano as más condições climatéricas se fizeram sentir, de relembrar que em 18 anos, a Bênção contou ao longo dos anos com muita chuva, muito vento e frio, tempo instável, muito sol, e até um ano com neve, mas uma coisa é certa, a participação tem sido sempre positiva, uns anos mais que outros, mas faça sol ou chuva, são muitos que neste dia fazem questão de marcar presença.

Este ano não fugiu à regra, e quase centena e meia veio até Fátima pedalar e assistir à Bênção, e não foi a chuva que os impediu. Pelas 10.45 era dada a partida, o destino foi Aljustrel, onde no Recinto da Capela de Santo Estevão, no Calvário Húngaro, se realizou o evento, este ano com algumas alterações, depois do passeio com cerca de 5 quilómetros, os participantes foram recebidos por D. Serafim Ferreira e Silva, que numa breve cerimónia fez a Bênção a todos os participantes no exterior da Capela sempre com a chuva a cair, relembrando também todos os que não puderam marcar presença.

Depois da Bênção, foram convidados todos os que quisessem, a participar na tradicional missa da Bênção, este ano realizado após mesma, dentro da Capela de Santo Estevão, sendo a mesma pequena para receber tantos participantes, muitos ficaram no exterior da mesma, mas mesmo com chuva não desanimaram, nem arredaram pé, cumprindo o objetivo que os levou a Fátima.

Em palavras à nossa reportagem, D. Serafim Ferreira e Silva dizia no final: Apesar da chuva, no meu coração está sempre sol, e quem caminha na vida pela bicicleta, sabe bem qual é a meta, e sabe olhar os outros, e sabe completar a beleza, e espero que na próxima Bênção dos Ciclistas eu possa estar presente”, estas as palavras do Bispo D. Serafim, que apesar dos seus 90 anos, continua sem dúvida com um espírito muito jovem.

Carlos Vieira, o presidente da União de Ciclismo de Leiria, também no final falava à nossa reportagem o qual dizia: “Existem sempre resistente o que é muito favorável, mas D. Serafim deu-me uma alegria enorme na 18ª Bênção dos Ciclistas em Fátima, este fim de semana esteve de chuva, apesar de sábado ter estado bom, pensávamos que hoje estivesse também mais ou menos bom.

Tivemos muitos ciclistas que ligaram de manhã, tiveram muita pena, mas acontece que o mau tempo, não deu coragem a vir participar, não era aquilo que nós esperávamos, nós não podemos fazer nada, e como D. Serafim diz, quem manda pode, e em nada se pode alterar, e nós também precisamos da chuva, com tudo isto, aqueles que marcaram presença e a todos os que não conseguiram vir, um grato e caloroso abraço, e que no próximo ano todos nos possamos reunir aqui se possível com melhor tempo, um forte abraço para todos, e muito obrigado”.

E com estas palavras, pouco mais para dizer, apenas que mais um ano a Bênção ficou marcada pelas más condições climatéricas, as quais não se podem alterar, mas temos de relembrar e felicitar todos aqueles que mesmo com imensa chuva marcaram presença, pedalaram e assistiram à Bênção debaixo de chuva. Fátima, o Altar do Mundo como é considerado recebeu mais um ano as bicicletas, a chuva em nada impediu, e temos de admitir que “Fé move multidões”.

Bons passeios, boas pedaladas.

Texto e fotos: José Morais

Podem ser visualizadas as fotos deste evento em:

https://photos.google.com/share/AF1QipMpUgvNWVez-f33IJcLUzgH80b58N7xQr6GVzwoNMye-l6_sUrz9MomNRoPiRydwQ?key=UWctTzlJcGhjbVFEYzMwZGU5RVY1XzNDR1luMGFB

One thought on “Condições climatéricas adversas na Benção dos ciclistas”

  1. Excelente trabalho, mesmo com más condições climatéricas, a notícia é muitos boa, parabéns.

Os comentários estão fechados.