Andrey Amador certo na Ineos

Movistar libertou Andrey Amador , a chegar a acordo com o costarriquenho, que tem assim a via aberta para formalizar em definitivo, a sua ligação à Ineos. A equipa espanhola do World Tour esteve envolvida em uma batalha com o seu ciclista. De acordo com os responsáveis da equipa , o costarriquenho havia estendido seu contrato no verão passado, mas no outono o empresário italiano Guiseppe Acquadro anunciou que Amador iria representar a Team Ineos. O que se seguiu foi uma situação estranha em que, segundo alguns, Amador tinha contrato com duas equipas. Movistar apresentou a situação à UCI, após a qual uma decisão final seria tomada. A situação permaneceu incerta por um longo tempo, até a Movistar anunciar agora que encontrou um acordo com Amador para encerrar a cooperação após onze anos.

Cavendish pode guardar o sonho olímpico

É provável que Mark Cavendish termine sua carreira sem um título olímpico. O britânico não está incluído na seleção para o campeonato mundial de ciclismo em Berlim. A Copa do Mundo foi a última chance de Cav se classificar para as Olimpíadas de Tóquio. O Manx Missile tem uma medalha olímpica em sua lista de conquistas: no Rio ganhou a medalha de prata no omnium atrás de Elia Viviani.