Froome com recuperação lenta

Chris Froome fez uma breve aparição no Japão, no tradicional circuito de Sataima que, como Criterium que se preze, o vencedor e os melhores lugares são, normalmente escolhidos pelo organizador, dado tratar-se essencialmente de um evento de apresentação dos melhores ciclistas mundiais e não de uma competição propriamente dita.

Froome apareceu mas não correu, ou melhor fez uma pequena demonstração de 3 kms, num improvisado C/R por equipas, aparentando ainda não estar totalmente recuperado, sentindo-se mesmo melhor em cima da bicicleta que fora dela. A sua perna direita ainda não está totalmente recuperada, claudica na marcha, vai tirar os ” ferros” que ainda tem no femur , e a sua recuperação pode ser mais lenta do que o esperado.

Em Espanha, depois do fim da Euskadi-Murias, uma outra formação basca se perfilou para ocupar o seu lugar, acabando com as rivalidades que sempre existiram entre as duas formações. A Fundacion Euskadi, que ganhou folgo desde que Mikel Landa passou a comandar a equipa, passou a ocupar o espaço da Murias, é já Continental Profissional absorvendo a grande parte dos ciclistas dos ciclistas dad duas equipas. A Orbea será o patrocinador principal.

Mais ao lado, Alberto Contador continua com o seu projeto , mas independente de quem quer que seja. A seu lado continua Ivan Basso, a parceria que existia com a Trek deixou de existir, e o espanhol irá lançar a sua própria marca de bicicletas.