Direct Energie com presença garantida nas grandes provas mundiais

A recente Volta a Guantxi na China, que terminou com o triuno de Enric Mas da Deceuninck, tinha um atrativo especial, pois poderia decvidir qual a equipa de segunda divisão que poderia , em 2020, participar nos três grandes Tours mundiais: Giro, Tour e Vuelta.

Os belgas da Wanty apostavam no assalto ao primeiro lugar, que pertencia à Direct Energie, no ranking da UCI. Mau grado o sexto lugar final de Christian Eiking que valeram à Wanty 80 pontos, foi Lilian Calmejane que, ao obter o 12º lugar que lhe valeram 32 pontos, que deram à Direct Energie- Total, o título de melhor formação de segunda divisão, afastando os belgas do liderança, o que lhes pode no futuro inviabilizar a presença no Tour.

De futuro, os organizadores das grandes provas por etapas são obrigados a convidar as 19 formações World Tour, a primeira equipa da segunda divisão e disporão apenas de dois convites para as restantes formações.