Eekhoff vai recorrer da sua desclassificação

A SEG-Cycling, a emptresa que cuida dos interesses de Nils Eekhoff, vai reagir à desclassificação do seu ciclista. “Deverão ser apresentadas provas, para as apreciarmos e contestarmos Estamos preparados para tomar medidas legais contra essa decisão “.

A composição do júri também foi questionada. O júri de sete membros, liderado pelo belga Luc Herpelinck, é formada por um italiano, suíço e um britânico, os três países que se beneficiaram da desqualificação de Eekhoff. Em caso de igualdade de votos, é o voto do presidente do júri que decide.

A federação holandesa decidiu não recorrer da decisão. Reconheceram o erro de Eekhoff, mas questionaram o modo como o ciclista foi desclassificado. “O júri deveria ter intervindo imediatamente”, disse o diretor administrativo Thorwald Veneberg. “Agora estamos sentados aqui com um garoto quebrado. Mas existem regras e o que ele fez foi errado. “

1 comentário a “Eekhoff vai recorrer da sua desclassificação”

  1. Curiosa a reacção do diretor da Holanda, como se o único responsável pela troca do biddon fosse o ciclista…

Os comentários estão fechados.