ROTA DA FILIGRANA COM PROJETO INOVADOR

De Gondomar à Póvoa de Lanhoso, com o objetivo de ligar os dois concelhos protagonistas mundiais da arte da Filigrana, através do ciclismo, foi a aposta escolhida pelos dois municípios, para divulgarem esta arte de ourives ancestral,

São 132 kms, com partida marcada para sábado pelas 14.00 horas, do Pavilhão de Multiusos de Gondomar, para chegar à Póvoa de Lanhoso por volta das 17.15, na Avenida 25 de Abril. Presentes a totalidade das equipas nacionais, com muitos nomes sonantes da modalidade,

Projeto integrado e inovador, tem algumas curiosidades : uma só contagem do PM, em Barrosas ao km 69, cujo valor em prémio é igual ao vencedor da prova e um prémio para o melhor das equipas de clube, com o mesmo valor do vencedor :

Queríamos aumentar a lista de prémios, mas nesta primeira edição tudo se complicou um pouco . Mas queremos indicar um caminho novo, que começa pela divisão dos prémios e pelo prolongamento do nosso calendário, uma necessidade premente para o desenvolvimento da modalidade. Creio que conseguimos sensibilizar agentes importantes da modalidade para termos, em 2020, um calendário de excelência logo a seguir à Volta, que termina a 9 de agosto, o que permite a realização de uma grande prova por etapas na ultima ou penúltima semana deste mês.” – palavras de José Santos diretor da organização :

Arriscamos também na promoção de uma tertúlia, no sábado à noite na Póvoa de Lanhoso, para discussão de alguns pontos do ciclismo nacional e um Granfondo no domingo, também a ser promovido neste concelho. Foi uma aposta arrojada, mas diferente do que é habitual fazer no nosso país. Não tivemos muito sucesso com o numero de inscritos no Granfondo, cerca de 200 participantes, mas para o ano vamos continuar com o projeto, só possível com o apoio das autarquias da Póvoa de Lanhoso e Gondomar. Está ainda prevista uma caminhada no domingo na Póvoa de Lanhoso da parte da manhã.”