Emanuel Duarte o melhor na Volta do Futuro – Salgueiro triunfou em Portalegre

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas a sorrir, pessoas em pé
O pódio final : Pedro Lopes. Emanuel Duarte e Tiago Leal. Crédito: Podium ( Paulo Maria)

Emanuel Duarte venceu de forma clara a Volta a Portugal do Futuro, confirmando o seu triunfo no Prémio da Juventude da Volta a Portugal, e dando à sua equipa, a LA Aluminios um merecido prémio para o apoio que a empresa de Luis Almeida tem dado à modalidade.

Algarvio, curiosamente uma zona do país que nos últimos anos tem dado poucos nomes de futuro, para além de Emanuel também outro algarvio deu nas vistas Rafael Lourenço, o ciclista da LA nunca mostrou qualquer fragilidade, tendo sido o ciclista mais regular, defendendo-se muito bem no C/R, altura em que consolidou a sua liderança. Pouco inquietado pelos seus opositores, para o qual terá também contribuído uma estrutura de apoio muito sólida e com alguma experiência, que controlou nas horas mais aflitivas da corrida, foi um vencedor incontestado, provando que o triunfo no Prémio da Juventude na prova mais importante do nosso país não foi obra do acaso.

Com um bloco sólido, a Oliveirense venceu coletivamente e foi a principal oponente ao domínio de Emanuel Duarte não conseguindo, contudo dar a volta à corrida, ganhando uma etapa com Rafael Lourenço e venceu o Prémio da Juventude com Pedro Lopes. No rol das vencedoras de etapas a LA Alumínios foi a única repetente, sendo de realçar o triunfo de Salgueiro, na última tirada, que deu à Sicasal a única vitória das formações de clube, bem como o seu segundo lugar por equipas, que não passou despercebido.

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas a sorrir, bicicleta e ar livre
A Sicasal-Constantinos foi a melhor formação de equipas de clube.
Crédito: Podium ( Paulo Maria)

Do lote de espanhóis que por cá passaram, pode-se dizer que contribuíram para o engrandecimento da corrida. Venceram uma etapa e colocaram dois ciclistas nos dez primeiros. Contudo, o ciclismo espanhol não tem tradições de equipas unicamente formadas por ciclistas sub-23.

Chegando ao lote das equipas de clube nacionais, já mencionamos a excelente prestação da Sicasal que somou ainda ao seu pecúlio o triunfo na Montanha, com Salgueiro. Realce ainda para a regularidade de Vinicios Rodrigues ( JV Perfis – Gondomar), o melhor do lote das equipas de clube na geral individual, num 11º lugar,a poucos segundos do top ten.

A Volta a Portugal do Futuro terminou em Portalegre depois de quatro dias intensos de corrida, poucos dias de competição para uma prova que bem merecia, pelo menos mais dois dias de duração.

Classificação: