Poels quer mudar de ares e ter oportunidade de ser chefe de fila

Embora ainda não esteja excluída a saída de Wout Poels da Ineos, o valoroso ciclista pensa seriamente em mudar de ares, no final de temporada, tendo como razão única a falta de oportunidades de ser leader na sua atual equipa numa grande prova por etapas, não podendo mesmo lutar por uma vitória de etapa.

É chegada a hora de perguntar se estou feliz na equipa. Sinto-me como em casa com a Ineos, essa não é a questão. Mas nunca me será dada a oportunidade de liderar um Grand Tour ou mesmo disputar uma vitória de etapa

No recente Critérium du Dauphiné, Poels teve uma oportunidade e agarrou-o com as duas mãos, liberdade ocasional, resultante da terrível queda de seu líder, Chris Froome. Relegado ao quarto escalão da hierarquia da Ineos, o excelente escalador sabe que ele é e permanecerá confinado à função de “équipier”. ” Não vou ganhar nada no Tour porque não posso jogar minha própria cartada. Foi-me questionado se estava disposto a participar como trabalhador da equipa, facto com o qual concordei. Respeito o plano, um acordo é um acordo “, respondeu Poels, cujo contrato expirará no final da temporada. ” No futuro penso seriamente em ser chefe de fila de uma equipa e correr para ganhar . Tomarei uma decisão após o final do Tour”.. Segundo De Limburger, o agente holandês do ciclista, várias equipas estão ansiosas por poder contar com o ciclista holandês da Ineos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *