Canyon forja equipa em torno de Van der Poel ?

O Tour, tal como o é na Volta a Portugal, é uma fábrica de rumores, uns mais consistentes que outros, mas o mais notável que está a circular , confirma a extinção da equipa russo-germânica da Katusha-Alpecin e com o impulso do construtor de bicicletas Canyon, está na forja a formação de uma super equipa em torno de Mathieu van der Poel.

De acordo com esses rumores, Katusha deixaria de patrocinar a sua atual equipa , o que por enquanto não está confirmado. Makarov, o patrão e oligarca da Katusha está desgostoso com os resultados da equipa e sobretudo com a deserção de Zakarin, o que pode pesar na hora da tomada de decisão definitiva dos russos.

A confirmar-se a extinção da Katusha-Alpecin grande parte dos ciclistas e enquadramento técnico enquadrariam Mathieu van der Poel e os irmãos Roodhooft. De referir que Van der Poel assinou um contrato com a Canyon até 2023, assumindo o construtor de bicicletas a responsabilidade desta importante mudança no cenário do ciclismo. Um facto comum liga Katusha-Alpecin e Corendon-Circus, atual equipa deVan der Poel : ambas estão equipadas com Canyon, e uma fusão entre as duas equipas, com mediação da Canyon é a grande possibilidade para manter a futura equipa no circuito World Tour. A decisão deverá ser conhecida no dia 16 deste mês , no dia de descanso do Tour.