Surpresa veio da Bélgica

Tim Merlier â??moet alles nog wat laten bezinkenâ?, Van Aert en Evenepoel â??hadden liever lastiger parcours gehadâ?
O mais inesperado pódio belga dos ultimos anos . ( Foto GOYVAERTS/GMAX AGENCY)

O ex-colega de quarto de Wout Van Aert é o novo campeão nacional belga, Tim Merlier, da Corendon-Circus derrotou as poderosas Lotto e Deceuninck, que nem um ciclista tiveram no pódio.

Já em França, Warren Barguil ( Arkea) sagrava-se campeão, numa altura crucial para a sua carreira. O valoroso trepador que passou 2018 e parte de 2019 ao lado dos grandes resultados, voltou à ribalta em vésperas de início do Tour, o que pode ser um grande lenitivo para um regresso em grande. Dois Cofidis ocuparam os dois lugares sobrantes do pódio.

Em Espanha Alejandro Valverde sagrou-se de novo campeão à frente de Luis Leon Sanchez e Jesus Herrada.

Outros campeões:

Eslováquia : Juraj Sagan (Bora

Polónia –Michal Paluta (CCC Desenvolvimento

Italia : Davide Formolo (Bora)
Holanda : Fabio Jakobsen (Deceuninck – Quick-Step)
Reino Unido : Ben Swift (Ineos)
Allemagne : Max Schachmann (Bora)
Suiça : Sébastien Reichenbach (Groupama-FDJ)
Luxemburgo: Bob Jungels (Deceuninck – Quick-Step)
Dinamarca : Michael Morkov (Deceuninck – Quick-Step)
Irlanda : Sam Bennett (Bora)
Kazaquistão : Alexey Lutsenko (Astana)