UCI ajusta contas com espanhóis…

Cobo, ganador de la Vuelta 2011, descalificado por dopaje: Froome sería el campeón
Cobo será desclassificado de vencedor da Vuelta de 2011 ?

A UCI anunciou hoje que desclassificou Juan Cobo, então na Geox, como vencedor da Vuelta de 2011, segundo aquele organismo internacional, por irregularidades no passaporte biológico, factos ocorridos no período compreendido entre 2009 e 2011.

Trabalhando a ” gasóleo”, só assim se compreende, a UCI desenterrou mais um problema para a modalidade, pois passaram já 10 anos entre estes factos, já ninguém se lembrava de Juan Cobo, veio agora ressuscitar um caso que teria todo o interesse em ser revelado, no ano em que o ciclista natural de
Cabezón de la Sal (Cantabria), venceu a Vuelta. Agora, volvidos dez anos vem com uma notícia descabida, fora de tempo, que tem o condão de prejudicar continuamente a modalidade.

Esta atitude da UCI não poderá ser tão ingénua nem inocente quanto isso, se tivermos em linha de conta, que recentemente alguns ciclistas espanhóis foram ilibados, pelo Tribunal Arbitral do Desporto espanhol, por alegadas infrações do passaporte biológico. Esta poderá ser uma resposta do organismo internacional que tutela o ciclismo, contudo, este tipo de notícias, em vez de provocarem o crédito da modalidade, tem o condão de mostrar que o ciclismo continua “encharcado”em doping. Nenhuma outra modalidade age da forma que os dirigentes do ciclismo tratam os seus atletas, nenhuma outra denuncia os seus casos como o ciclismo e nenhuma outra iria desenterrar casos com mais de dez anos, ainda por cima por infração do passaporte biológico. A questão pertinente coloca-se: porque só agora é revelado este caso ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *