João Rodrigues novo líder com três segundos de vantagem sobre Mednonça

Foi um dia em cheio duas etapas e mudanças de camisola, sinónimo de que o nível competitivo desta Volta ao Alentejo, atingiu o pico e está a ser, pelo menos até ao momento, o melhor espetáculo de ciclismo da temporada nacional.

Concluída a etapa da manhã e o C/RI da parte de tarde, très segundos apenas separam agos dois primeiros a geral, individual, comandado por João Rodrigues ( FCPorto), secundado por Luís Mendonça ( RP-Boavista).

Na etapa matinal, o Cabeço de Mouro a cerca de 5 kms da linha de meta esfrangalhou por completo o pelotão, no alto passaram apenas três ciclistas isolados : Luis Mendonça, Raul Alarcon e Sergio Higuita. Não houve entendimento, o mais cinco ciclistas se juntaram ao grupo da frente que discutiu entre si o triunfo de etapa, que viria a caber ao colombiano Sergio Higuita, um jovem já com contrato a partir de junho com a equipa Word Tour Education First.

Com oito ciclistas com o mesmo tempo na geral, o crono apresentava-se decisivo. Alarcon era favorito mas, no final, seria João Rodrigues a levar a melhor, com apenas três segundo de vantagem sobre Luis Mendonça, que somaria o seu terceiro lugar na prova,  Com perfis totalmente diferentes, desapareceram os britânicos para apareceram os portugueses . Para quem vaticinava uma prova sem grande interesse, esta Volta ao Alentejo vai ser discutida até ao último metro e mais seria  se, por acaso, o organizador para a tornar mais emotiva e competitiva, se tivesse lembrado que existem bonificações. Com um C/R e etapas planas as bonificações justificavam.

Classificações:

4ª etapa:

5ª etapa: