Rui Oliveira triunfo apertado na Prova de Abertura

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas a sorrir, ar livre

Rui Oliveira sprintou e ganhou, num mano a mano direto com Cesar Martingil e Luis Mendonça, no final de uma prova de Abertura, com um início muito chuvoso. Em Sever do Vouga o céu era escuro, a chuva prometia não abrandar, e a  festa foi um pouco estragada, por força do S.Pedro que não abdicou de fazer das suas.

O público do costume, mais do que o habitual, ou não se tratasse da primeira prova, duas equipas faziam a sua estreia, a formação alentejana do Crédito Agrícola- Almodôvar e a nortenha do JV Perfis-Gondomar Cultural, ambas do escalão sub-23, dando perspetivas de continuidade desportiva a uma série de jovens.

A imagem pode conter: 1 pessoa, a andar de bicicleta, bicicleta, mota, ar livre e natureza

A Miranda-Mortágua foi a primeira formação  a iniciar a perseguição aos fugitivos.

Uma fuga de 13 ciclistas marcou grande parte da corrida, o que obrigou algumas equipas a um forte trabalho para a sua neutralização, com especial incidência para as equipas do FC Porto , Miranda-Mortágua e  Sporting, dado que na frente a RP-Boavista e a Seleção Nacional com homens fortes na dianteira, obrigaram a um trabalho duro no controlo da escapada. Depois da fragmentação do grupo de escapados, e após uma série de ataques , ficaram na frente Luis Gomes ( RP-Boavista), António Barbio ( LAS Aluminios ), Tiago Ferreira ( Seleção ), Rui Rodrigues ( Vito-Feirense) e Oscar Fernandez( Aviludo ), alcançados a 10 kms da meta. Daí até à meta  o pelotão rolou compacto, com o triunfo muito cerrado e discutido entre Oliveira e Martingil,  em Estarreja, que o primeiro venceu in-extremis.

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas a sorrir, pessoas em pé e sapatos