Giro deu primazia às equipas italianas

A organização do Giro deu a conhecer as equipas convidadas para a segunda prova mais importante do ciclismo mundial : Androni-Sidermec,  automaticamente qualificada por ter vencido a Taça de Itália, bem como as formações transalpinas da  Bardiani-CSF e Nippo-Vini Fantini, ficando de fora a   Neri-Selle Italia-KTM, cabendo o último lugar à equipa da  Israel Cycling Academy, o que tem todo o cabimento, se  os recordarmos que foi precisamente em Israel que o Giro se iniciou em 2018.

Recorde-se que a Itália é um dos poucos países, do chamado ciclismo tradicional, que não possui uma equipa inscrita no World Tour.