Algarvia é, sem duvida, um dos maiores eventos desportivos do nosso país – nem a RTP sabe disso

Delmino Pereira, presidente da FPC e José Soares foram recebidos pelo embaixador dos UAE, S. Excª Moosa AlKhajha .

É um facto insofismável que a organização da Volta ao Algarve  é um dos mais importantes espetáculos desportivos que se realizam anualmente no nosso país. Poucos, muito poucos conseguem a abrangência mediática, a nível internacional, nem concitam a participação de um leque tão alargado de um naipe de atletas e equipas com estatuto mundial, como a prova algarvia, que a Federação Portuguesa de Ciclismo organiza.

Como , já lá diz o ditado, ” santos da casa não fazem milagres”, num país de futeboleiros, a prova irá passar, a nível interno, algo despercebida, para a grandeza que merecia. Na verdade, o evento que terá um custo perto dos 500 mil euros, bem merecia que fosse notícia televisiva, pelo menos do canal nacional, aquele que dizem de interesse público, mas cujo interesse, curiosamente, está apenas centrado no futebol. É verdade, a RTP não olha a custos, quando se trata de acompanhar um autocarro de uma equipa de futebol, qual pedinte por uma pequena atenção dos seus ocupantes, numa informação ridícula, tacanha que empobrece o nível cultural dos portugueses.

Mas se a nível interno as coisas passam despercebidas, a nível oficial e num ato  de algum simbolismo, para a importância do evento, a embaixada dos Emirados  Árabes Unidos recebeu a Federação Portuguesa de Ciclismo dando uma relevância importante ao evento, que terá a presença da equipa profissional de ciclismo deste país árabe.  Para meditar…

 

1 comentário a “Algarvia é, sem duvida, um dos maiores eventos desportivos do nosso país – nem a RTP sabe disso”

  1. Efectivamente a RTP não está muito virada para a Volta ao Algarve, mas porque motivo será?

    Será porque ainda tem alguns milhares de euros por receber da Associação de Ciclismo do Algarve?

    E porque motivo é que a Associação de Ciclismo do Algarve não consegue cumprir os seus compromissos?

    Será porque a Federação de Delegação do Algarve “”tomou de assalto” a jóia da coroa (a Volta ao Algarve) dessa associação de regional de ciclismo não conseguindo assim subsistir?

    Acreditando piamente nos muito boas intenções da Federação ao criar uma sua delegação no Algarve porque não faz o mesmo na Associação Regional de Ciclismo de Vila Real retomando assim a organização regular da Volta a Trás os Montes?

Os comentários estão fechados.