Notícias lá de fora

Tony Martin deixou a Katusha alinhando em 2019 pela equipa  holandesa da Jumbo, de forma a reforçar as prestações da equipa nas prova sr C/R coletivas. Depois de uma temporada medíocre, sem qualquer grande resultado, o alemão vai fazer parte de uma equipa mais ” flexível “, e os resultados certamente apareceram.

Quem acabou por ingressar numa equipa de World Tour foi Eduard Prades . O ciclista da Euskadi-Murias, que ja teve uma passagem no ciclismo nacional, ao serviço da então OFM-Quinta da Lixa, teve uma época muito positiva, com realce para o seu recente triunfo na Volta à Turquia.

A equipa da QuickStep terminou a temporada com um record, segundo o jornal L’ Équipe, com uma performance que só de dez em dez anos acontece. No total foram 73 vitórias, o que mesmo assim não impediu Patrick Lefevere de se ver com enormes dificuldades para colocar a equipa na estrada em 2019, valendo um patrocinador de ultima hora, com a entrada de mais um  industrial de janelas e marquises muito em moda na Bélgica.

Ben Swift despediu-se da UAE Emirates, para regressar à Sky depois de dois anos na equipa asiática, onde não deixou boas lembranças.