Armstrong o bom samaritano

Lance Armstrong continua atento e com um espírito jovial, irónico, mas sobretudo, com um bom espírito samaritano, depois de ter dado a mão ao seu rival de outrora, Jan Ulrich.

Agora foi a vez de “tentar” resolver um imbróglio que deixou bastante embaraçado o patrão da Pinarello, que pediu a Geraint Thomas e Froome  a exposição dos troféus conquistados numa feira  de ciclismo, no Reino Unido. á-se lá saber porquê, não ´~e que robaram um dos troféus e logo o de Thomas que, queixoso e descontente solicitou ao ladrão para devolver o s~imbolo de vencedor do Tour, pois tem apenas valor simbólico.

Atento, Armstrong mostrou-se solícito para resolver o problema e ofereceu a Thomas um dos seus sete troféus que deve ter embrulhado, no canto da garagem, afinal para que é que servem ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *