Faleceu hoje Alves Barbosa, uma das maiores figuras de sempre do ciclismo nacional

Faleceu hoje , em Montemor o Velho, Alves Barbosa, um dos maiores ídolos do desporto nacional, e um dos melhores ciclistas nacionais de todos os tempos.

Alves Barbosa nasceu a 24 de dezembro de 1931, e teve uma vida totalmente dedicada ao ciclismo, primeiro como ciclista, depois como treinador e mais tarde, como responsável na Direção geral dos Desportos. Ao longo da sua carreira representou apenas um clube, o Sangalhos, e já depois de terminada a sua carreira como ciclista foi treinador do Benfica, sendo posteriormente Selecionador nacional e  diretor técnico nacional da FPC.

Venceu três Voltas a Portugal em 1951, 56 e 58 e foi o primeiro ciclista português a participar no Tour, onde conseguiu o décimo lugar na edição de 1956, competição em que participou quatro vezes , tendo ainda três participações na Vuelta.  Foi agraciado em Portugal coma Medalha de Mérito Desportivo e em França, com a Medalha de Ouro dos Desportos ( 2007).

Alves Barbosa poderia ainda ter ganho outra Volta a Portugal, mas foi impedido à entrada dos Carvalhos, já na ultima etapa de conservar a camisola amarela até à cidade do Porto, quando foi atirado ao chão e agredido por populares.

Resultado de imagem para alves barbosa ciclista

Alves Barbosa protagonizou com Ribeiro da Silva, ciclista do Académico do Porto, uma das maiores rivalidades do desporto nacional, apesar dois ciclistas não pertencerem a nenhuma dos chamados grandes clubes

Homem de esquerda , com uma cultura acima da média para época, participou em filmes, foi ainda comentador da RTP durante muitos anos. Vivia em Montemor, desde que se reformou e na história do ciclismo nacional, foi talvez a sua mais proeminente figura.

O seu funeral realiza-se amanhã, pelas 17.00 horas em Montemor o Velho. O mundo do ciclismo nacional está de luto e triste com o desaparecimento do antigo campeão.

.