Como eles são e foram jovens, mas com futuro

Enric Mas foi a grande revelação da Vuelta deste ano. O jovem ciclista da QuicKStep, apenas 23 anos, tem um lugar no pódio, à falta de três dias para terminar a prova, e tem demonstrado grandes potencialidades a trepar, com boas prestações no C/R, que o podem catapultar para vôos ainda maiores.

Estávamos em 2003, precisamente quinze anos antes , e na altura outro jovem dava nas vistas, pleno de ambições e com enorme vontade ganhar. Alejandro Valverde então na Kelme, de Belda, ficava atrás de Roberto Heras e de Isidro Nozal, conquistando o terceiro e ultimo lugar do pódio da Vuelta. Nesse ano, Valverde ganhou duas etapas e o prémio Combinado, uma classificação que premeia o ciclista mais regular, na geral individual, pontos e montanha.

Como os anos passam.