Taça de Portugal: Márcio Barbosa venceu em Mortágua

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas a sorrir, pessoas em pé e sapatos

Márcio Barbosa foi o vencedor do GP de Mortágua, cortando o risco de chegada de ” braço dado ” com Luis Mendonça. Os ciclistas da equipa do Louletano-Aviludo cortaram  a meta isolados, com cerca de um minuto de avanço sobre o terceiro classificado, David Rodrigues da RP-Boavista.

A prova foi caraterizada por uma série de tentativas de fuga, na sua maioria impulsionadas pelos homens da RP-Boavista, que preparavam caminho para David Rodrigues poder assaltar a liderança da Taça de Portugal. Daniel Silva e Luis Gomes foram os protagonistas do dia, mas foi numa fuga de cerca de 11 elementos que Márcio Barbosa, Luis Mendonça e David Rodrigues se escaparam. O trio rolou junto até cerca de 30 kms da meta final, altura em que o ciclista axadrezado foi vitima de três avarias mecânicas, ficando para trás  e não conseguindo chegar ao duo da dianteira.

O percurso algo sinuoso, e a velocidade imprimida pelos ciclistas desde o início da prova, proporcionou um bom espetáculo . No pelotão foram os homens da W52-FCP os primeiros a irem para o comando, tentando neutralizar as primeiras  escapadas, sendo depois a Efapel a querer anular a ultima e decisiva fuga, que, contudo, foi ganhando substancial avanço.

Faltam agora duas provas para o final da taça de Portugal, a última das quais em outubro.

Mercê dos resultados de hoje, David Rodrigues é o novo líder da Taça em elites e André Carvalho divide o comando nos sub-23 com Francisco Campos.