Jovens talentos portugueses ?

Para além do início estreia da Volta em Setúbal, esta 80ª edição traz-nos, também em estreia, as agora existentes equipas Sub-25. Muito se poderia discutir, com opiniões diversas, naturalmente, sobre a participação, ou não, deste tipo de equipas na Volta a Portugal. Dito isto, devemos dizer que não somos muito favoráveis à existência destas equipas, tal como estão organizadas.

De qualquer modo, sempre se assinala o anunciado espírito que parece ter levado à invenção das mesmas. Galhardamente, sempre tem sido anunciado pelas autoridades máximas do ciclismo nacional que esta é a melhor forma de potenciar os jovens ciclistas portugueses, dando-lhes oportunidade de competir a um nível diferente, em equipas onde previsivelmente terão mais oportunidades de brilhar.

É, no fundo, a renovação dos nomes do ciclismo nacional que está em causa, nomes que se pretendem já integrados num novo ciclismo, mais dinâmico, mais promissor, mais honesto.

Mas, se duas dessas equipas, sobretudo uma, preservam o espírito que levou ao seu surgimento tal como estão hoje enquadradas, a terceira parece estar algo desviada.

Apesar de aclamar a “intenção de trabalhar com jovens talentos portugueses”, o Bike Clube Portugal (Liberty Seguros/Carglass), parece ter esquecido a sua máxima e a espécie de compromisso que assumiu que pontuou a criação das equipas Sub-25.

De treze jovens talentos portugueses inscritos na equipa desde o início do ano, cinco estão na Volta a Portugal. Para completar os sete elementos, aparecem-nos agora dois jovens talentos… espanhóis.

É certo e sabido que a prática até é demasiadamente habitual entre as equipas verdadeiramente continentais. Mas essas nunca fizeram declarações de intenções, nem existem à conta dessas intenções!
Incomodamente, bem o sei, pergunto: Será outra máxima a imperar para além da formação? Que pensarão os oito jovens portugueses (que seriam dois) que ficaram de fora? Que diria a Federação se o patrocinador principal fosse outro?
Luís Gonçalves

1 comentário a “Jovens talentos portugueses ?”

  1. Discordo da vossa opinião, até porque para ter equipas de qualidade duvidosa na volta, mais vale ter estas equipas dando oportunidade aos jovens de participar.
    Quanto à questão dos 2 Espanhóis que alinham na equipa Liberty Seguros é sabido por toda a gente que é por a mesma equipa ter atletas com lesões.

Os comentários estão fechados.