Uma questão de estatística – Bernal e Gaudu os mais novos, Chavanel o mais participativo

Trinta ciclistas, entre mais novos e alguns já entrados na idade, irão participar pela primeira vez no Tour. Nomes mais famosos, ou pelo menos que vão chamar a atenção dos adeptos temos os colombianos Egan Bernal ( Sky) e Fernando Gaviria ( QuickStep), o espanhol Marc Soler ( Movisdtar), Gianni Mouscon ( Sky ) tem apenas 24 anos, David Gaudu ( Groupama-FDJ), Yves Lampaert ( QuickStep) com 27 anos faz a sua estreia na Grand Boucle.

Com 21 anos, Bernal e Gaudu são os mais novos do Tour, contrastando com Rory Sutherland )UAE) com 36 anos é o mais velho a estrear-se no Tour.

na linha de partida estão ciclistas de trinta nacionalidades, com a França, por força das equipas convidadas a ter uma maior expressão. 35 ciclistas, no lugar imediato a Bélgica com 19 ciclistas. Depois três países com 14  e 13 ciclistas, Holanda , Itália e Espanha. Dos chamados novos países do ciclismo, a Austrália é o que dá mais nas vistas com 11 ciclistas, Estados Unidos com 5, Reino Unido com cinco e até a Nova Zelândia já tem alguma expressão com quatro atletas.

A média de idade dos participantes é de 29 anos, com uma altura de 1,81 e 69 quilos de peso. Sylvain Chavanel com 18 participações é o ciclista com maior numero de Tour’s. Cavendish é o ciclista presente na prova com maior numero de vitórias de etapa, nada mais nada menos que 30, mas ciclistas como Porte e mesmo John Degenkolb nunca venceram uma tirada.

Baherain e Movistar são as equipas mais velhas com uma média de 33 anos a primeira e de 32 anos a espanhola. No sentido inverso é a Groupama-FDJ a mais nova com uma média de 27 anos.

Já agora apenas dois vencedores do Tour alinharam à partida, Froome e Nibali.