ACM promove Prémio do Minho para o escalão junior

O Grande Prémio do Minho ( 6 a 8 de julho) já há muito deixou de ser dedicado so setor profissional, mas nem por isso a prova acabou por morrer. Este ano, mais uma vez a Associação de Ciclismo do Minho (ACM) vai organizar aquela que será a 30ª edição da prova, mas destinada ao setor junior, reunindo um total de 153 ciclistas em representação de 23 equipas.

A ACM tem vindo, ao longo dos últimos anos a promover o ciclismo jovem e o desporto de lazer, isto na vertente de estrada, tendo sido responsável em algumas ações de defesa dos interesses do ciclismo, a ela se devendo o policiamento gratuito nas provas de formação.

A prova tem início no dia 6 de julho no  Centro de Ciclismo do Minho – Guimarães (Souto Santa Maria), com a realização da  primeira etapa, que  terminará na União de Freguesias de Oliveira, São Paio e São Sebastião (Guimarães), junto à sede da Associação de Ciclismo do Minho.

Depois de uma primeira etapa mais propícia para roladores, o pelotão  partirá de  Melgaço, no dia 7 de julho, terminando em Castro Laboreiro.

Vieira do Minho acolhe  a partida e chegada da última etapa será o concelho que consagrará o vencedor da 30ª edição do Grande Prémio do Minho. Durante os 277, 7 quilómetros das três etapas estarão em disputa diversas contagens de montanha e metas volantes, assim como as classificações gerais individual por tempos (Camisola Amarela: CJR – Cândido José Rodrigues, SA), por pontos (Camisola Verde: Controlsafe), da Montanha (Camisola Azul: Arrecadações da Quintã), do melhor júnior de primeiro (Camisola Laranja: Cision), do melhor atleta da Associação de Ciclismo do Minho (Camisola Branca: Universidade do Minho) e por equipas.