João Rodrigues o ( grande ) homem do dia – Daniel Mestre venceu em Santo Tirso

João Rodrigues o herói do dia.

Foi por um fio que João Rodrigues  (FC Porto) não venceu a sexta etapa do Prémio JN. O jovem ciclista algarvio fez uma corrida digna de se lhe tirar o chapéu, isolou-se na companhia de Ricardo Mestre e os dois rolaram na frente da corrida, praticamente de principio ao fim.

Mestre cedeu primeiro, talvez, porque tenha sido o que mais puxou, mas João Rodrigues merecia mais, muito mais. Os dois iam “derretendo” a equipa do Sporting, que perdeu cinco ciclistas pelo caminho, e teve que ser a Efapel a dar uma perninha, na busca do melhor caminho para o sprint de Daniel Mestre, e acabar de vez com as intenções de vitória de Rodrigues, alcançado a 100 metros da meta final, em Santo Tirso.

Se Froome andou sozinho 80 kms, lutando contra um ou dois ciclistas, hoje, Ricardo Mestre e João Rodrigues mantiveram uma fuga por mais de 120 kms, mantendo sempre à distância de 1.40, um pelotão, comandado por uma super equipa, que foi perdendo muitos elementos pelo caminho, cansados de perseguir.

Foi um grande momento de ciclismo hoje, a que resistiram apenas um punhado de ciclistas,  onze,  os únicos a aguentar na frente a primeira jornada,  em que o sol e temperatura fizeram das suas, e ajudaram à missa, complicando ainda mais as dificuldades de um percurso, sem grandes montanhas, mas com um constante sobe e desce, que selecionaram um grupo muito restrito de ciclistas, os mais bem preparados .

Como resultado, do ataque do FC Porto, a camisola amarela mudou de dono, embora para o mesmo clube. Agora é Joni Brandão que lidera, depois do “estouro” do russo Grigorev, que ficou sem forças na subida da Serra da Assunção. Com este resultado, Daniel Mestre pode ter as portas abertas para discutir o triunfo final. Basta ao alentejano sprintar para uma meta volante e ganhar a etapa, e esperar que Joni Brandão não se classifique nos três primeiros da tirada, nem pontue em nenhuma meta volante.

Mas amanhã, disputa-se a etapa mais dura da prova, e é bem provável que o FC Porto vá para o ataque, com António Carvalho de Gustavo Veloso  à espreita para atacar.

Classificação: