Santa Maria da Feira: Rebollido triunfo com recurso ao “VAR”

Angel Rebollido venceu ao sprint a 27ª edição da Volta às Terras de Santa Maria, num acesso despique com Jesus del Pino ( Efapel), seu companheiro de escapada.

Numa prova em que muitos assinaram o livro de ponto, foram muito poucos os que cortaram o risco de meta,  apenas 35 ciclistas  o conseguiram, o que por si só, é elucidativo o quanto stressante foi um percurso com muitas curvas, pequenas subidas e descidas, que obrigava a uma atenção constante.

Rebollido e Del Pino escaparam-se a cerca de 60 kms para a linha de meta, foram ganhando avanço, até que algumas equipas se organizaram, já um pouco tarde para a perseguição, e na qual se destacaram, LA Aluminios e Vito-Feirense.

No sprint do pelotão, Francisco Campos ( Mortágua- Miranda) levou a melhor sobre César Fonte .

Numa prova que esteve indefinida, até quase à ultima hora, até se pode dizer que a nota foi positiva, o público compareceu em bom número, mas com mais tempo talvez a prova tivesse um maior êxito.

Falando em economia de meios financeiros, seria até ideal, por exemplo, que esta prova fizesse uma parelha com o Prémio de Mortágua, proporcionando um fim de semana mais competitivo e manos desgaste na deslocação de equipas . Mas para isso era preciso que houvesse uma entidade coordenadora, que o ciclismo profissional não tem.

Classificação: