clássica aldeias do xisto decide vencedor do troféu liberty seguros

Num percurso de autêntico rompe pernas, o pelotão nacional volta à luta amanhã com a realização da clássica Aldeias do Xisto, competição inscrita no calendário internacional .

A prova tem a participação da totalidade das equipas nacionais, e de cinco formações espanholas amadoras, Caja Rural, Rias Biaxas, Froiz, Extremadura e Cortizo, tudo levando a crêr que será discutida pelas formações continentais nacionais.

A prova, que encerra o Troféu Liberty Seguros, terá 145 quilómetros, iniciando-se às 12h00 na Aldeia de Álvaro, concelho de Oleiros, e terminando na Aldeia das Dez, concelho de Oliveira do Hospital, cerca das 16h00, percorrendo as seis Aldeias do Xisto. Além dos locais de partida e de chegada, a caravana velocipédica vai atravessar as aldeias de Janeiro de Baixo, Janeiro de Cima, Fajão e Vila Cova de Alva. A meta coincide com uma contagem de montanha de terceira categoria.

A clássica faz parte do Troféu Liberty Seguros série de três provas de um dia, termina com a Clássica Aldeias do Xisto. Na categoria de elite, o Troféu é comandado pelo espanhol Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli), com 90 pontos, e o perseguidor mais direto de Hernández é o colega de equipa Luís Mendonça, que tem 67 pontos. A vitória na Aldeia das Dez garante 75 pontos, pelo que, matematicamente, ainda há quase uma dezena de ciclistas com aspirações à camisola amarela do Troféu Liberty Seguros.