” Quando a estrada se transforma em tela e se deixa colorir como folha de papel.. ” -Paulo Maria.

O ciclismo é pródigo em privilegiar a imagem, captando e transformando, segundo a virtuosidade de cada repórter fotográfico, dando-nos através de uma foto, o que de mais belo se pode oferecer, de forma simples, numa interação contínua entre a natureza, o sacrifício, o movimento, os sentimentos.

A sensibilidade presente nas fotos de Paulo Maria é bem patente nalgumas que escolhemos e que nos transmitem , profundidade, cor, movimento, e que bem podiam ser quadros pintados.

Quando a estrada se transforma em tela e se deixa colorir como folha de papel.. ” -Paulo Maria.