A bola único jornal na alentejana – a crise veio para ficar

São poucos os jornais que primam em estar presentes na Volta ao Alentejo. Fazendo alarde há longos anos de ser o melhor jornal desportivo e um dos que maiores tiragens atingiram, a Bola é o único jornal que marca presença, na Volta ao Alentejo, com Fernando Emílio.

Presenças de menção são ainda o jornalista João Pedro Mendonça que faz questão de se apresentar na alentejana e , com espirito “mecenato” fazer pequenos resumos para a RTP.  Um representante da Lusa, um da Antena 1 e o habitual Cácá completam o elenco, assim pelo alto, que é o mesmo que dizer assim pelo baixo, porque na verdade haveria muito que falar da Volta ao Alentejo, dos ciclistas, dos alentejanos e da região. Não sabemos se nos esquecemos de mais alguém, mas  se tal aconteceu não foi por indelicadeza nossa.

Mas os jornais  estão em crise, cada vez mais dificil, daí que há que apertar o cinto, para tudo, menos para o futebol. Talvez por causa disso, do futebol, que pelos vistos não vende tanto quanto se apregoa, o jornal Record passará a ser vendido incorporado no jornal Correio da Manhã, ou seja na prática menos um título independente. Por seu turno, fruto da crise, também o Diário de Notícias, que ainda hoje nas suas quatro páginas em que ousou chamar de Desporto só falou de futebol, talvez por isso vai passar dentro em breve a ser semanário, meio caminho andado para o desaparecimento.

Mais ao norte, o Jornal de Noticias vai mudar de lugar. Depois de ter subido da Avenida dos Aliados, já há muitos anos,  para Gonçalo Cristóvão, o  sumptuoso edifício JN já foi vendido.

 

1 comentário a “A bola único jornal na alentejana – a crise veio para ficar”

Os comentários estão fechados.